Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo
Página inicial > Comunicação > Notícias > Prevenção ao tabagismo é tema de encontro dirigido a profissionais de saúde
RSS
A A A
Publicação:

Prevenção ao tabagismo é tema de encontro dirigido a profissionais de saúde

Prevenção ao tabagismo é tema de encontro dirigido a profissionais de saúde
Evento reuniu 120 profissionais de saúde - Foto: Divulgação SES/RS

O Núcleo de Vigilância de Doenças e Agravos não Transmissíveis do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS/RS) realizou na terça-feira (29) o Dia Nacional de Combate ao Fumo, capacitação dirigida a profissionais de saúde que atuam no tratamento ao fumante no Sistema Único de Saúde. O evento, realizado no auditório da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), reuniu 120 profissionais que trabalham em unidades de saúde, equipes de saúde da família, serviços especializados, hospitais e Cruz Vermelha.

Apoiada nas diretrizes do Programa de Controle do Tabagismo, a capacitação abordou temas como a importância de se reduzir a prevalência de fumantes e a consequente morbimortalidade relacionada ao consumo de derivados do tabaco, por meio de ações educativas, de comunicação, de atenção à saúde, associadas às medidas legislativas e econômicas. O objetivo é prevenir a iniciação do tabagismo, promover a cessação de fumar e proteger a população da exposição à fumaça ambiental do tabaco. A atividade também teve por finalidade capacitar os participantes a serem multiplicadores do programa em seus respectivos serviços de saúde.

Estima-se que o tabagismo passivo seja a 3ª causa de morte evitável no mundo, subsequente ao tabagismo ativo e ao consumo excessivo de álcool. Crianças que têm pais fumantes apresentam risco aumentado de infecções respiratórias e do ouvido médio, asma brônquica, síndrome de morte súbita infantil e doença cardiovascular na idade adulta. Além disso, em gestantes a exposição a fumaça pode acarretar em parto prematuro, recém-nascidos com baixo peso e aborto, entre outros problemas. Não há níveis seguros para exposição ao tabagismo passivo.

Benefícios

Parar de fumar sempre vale a pena em qualquer momento da vida, mesmo que o fumante já esteja com alguma doença causada pelo cigarro, tais como câncer, enfisema ou derrame. A qualidade de vida melhora muito ao parar de fumar. Veja o que acontece quando uma pessoa para de fumar:


Após 20 minutos, a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal.

Após duas horas, não há mais nicotina circulando no sangue.

Após oito horas, o nível de oxigênio no sangue se normaliza.

Após 12 a 24 horas, os pulmões já funcionam melhor.

Após dois dias, o olfato já percebe melhor os cheiros e o paladar já degusta melhor a comida.

Após três semanas, a respiração se torna mais fácil e a circulação melhora.

Após um ano, o risco de morte por infarto do miocárdio é reduzido à metade.

Após 10 anos, o risco de sofrer infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram.

Quanto mais cedo a pessoa parar de fumar, menor o risco de adoecer.

Fonte: Ministério da Saúde

Endereço da página:
Copiar
ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA