Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo
Página inicial > Comunicação > Notícias > Oficina em Catuípe busca fortalecer proteção contra violência no município
RSS
A A A
Publicação:

Oficina em Catuípe busca fortalecer proteção contra violência no município

Enfermeiras apresentam a oficina contra violência para os presentes
A ação teve por objetivo destacar a importância da notificação de casos de violência - Foto: Reprodução

O Núcleo Municipal de Educação em Saúde Coletiva (Numesc) de Catuípe promoveu, em junho, a oficina “Desafios e Possibilidades para o Enfrentamento da Violência” no município. Ministrado pelas enfermeiras do Núcleo Regional de Educação em Saúde (Nuresc) da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, Neide Durks e Jaqueline Schirmer, a ação teve por objetivo destacar a importância da notificação de casos de violência e orientar sobre a identificação destas situações visando ao acompanhamento das demandas. Na apresentação, os participantes foram orientados para o reconhecimento dos diversos tipos de violência, seja ela física, verbal ou psicológica.

“Em reflexão crítica a respeito do tema, foi identificada a necessidade de ampliar o conhecimento, para podermos trabalhar melhor com as situações de violência em nosso município”, explica a coordenadora do NUMESC Catuípe, Ane Gabriele Poli.

A coordenadora do Nuresc, Paola Lucca Pizzuti, explica que o intuito da atividade foi de melhorar e aperfeiçoar a identificação e notificação de casos de violência no município. “A violência permeia todos os ciclos sociais, por isso é necessário apresentar maneiras para combater o problema”, relata. 

O evento contou com a participação de mais de 60 pessoas, entre profissionais da Saúde, vereadores, Conselho Tutelar, Educação, Assistência Social, Polícia Civil, Associação Atlética Banco do Brasil e da comunidade em geral. Paola ressalta que o trabalho de unir diferentes órgãos para sanar um mal que afeta toda a comunidade é primordial. “Com uma ação intersetorial, podemos fortalecer o elo entre diversos segmentos da sociedade e promover a corresponsabilidade na tarefa de proteção àqueles que mais necessitam”, conclui.

Endereço da página:
Copiar
ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA