Seu navegador tentou rodar um script com erro ou não há suporte para script cliente.
Início do conteúdo
Página inicial > Serviços e Informações > Cursos/Ações e Projetos
RSS
A A A

Cursos/Ações e Projetos

Caminhos do Cuidado

O curso

O Ministério da Saúde pactuou a formação em saúde mental, com ênfase em crack, álcool e outras drogas, para Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Auxiliares e Técnicos de Enfermagem (ATEnf). A execução é realizada por meio de duas instituições de excelência no ensino, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Grupo Hospitalar Conceição (GHC).

Passos

A formação dos ACS e ATEnf ocorre de forma descentralizada, respeitando a especificidade e os pactos de cada local, em parceria com os Governos Estaduais, Secretárias Estaduais de Saúde, ETSUS, ESP, as áreas técnicas da Saúde Mental, Atenção Básica e COSEMS.

  • Contaremos com uma Coordenação Macrorregional – Equipe Nacional;

  • Com uma Equipe Estadual – Composta por um coordenador (40h), e equipe de apoio acadêmico e infraestrutura (40h cada) a serem contratados de acordo com o número de turmas previstas no Estado.

  • Orientadores e tutores conforme turmas previstas.

  • A equipe estadual terá o apoio da equipe nacional durante todo o desenvolvimento do projeto.

  • O projeto prevê a formação de orientadores e tutores de aprendizagem que serão responsáveis pela execução do Curso de Formação.

  • As seleções ocorrerão por meio de editais públicos, com os critérios estabelecidos pela Equipe Nacional.

  • Os orientadores terão uma formação de 24h. Sendo esta etapa classificatória e eliminatória.

  • Os tutores terão uma formação de 120h, sendo 40h presenciais, que será critério de seleção classificatória e eliminatória, e 80h em EAD durante o período da aplicação da formação para ACS e ATEnf.

Os ACS e ATEnf terãoa formação com uma carga horária de 60 horas, das quais 40 horas serão desenvolvidas na modalidade presencial e 20 horas na modalidade dispersão.

  • Cada turma terá o acompanhamento de dois tutores, e será composta por 40 alunos entre ACS e ATEnf.

  • As turmas ocorrerão conforme cronograma pactuado em cada Estado, de forma descentralizada respeitando a organização das regionais de saúde.

  • O material didático e alimentação nos dias da formação serão custeadas pelo projeto. 

Pacto


A execução deste projeto pressupõe a articulação entre as instituições do SUS, como as Escolas de Saúde Pública, as Escolas Técnicas do SUS, as áreas de saúde mental,  atenção básica dos três entes federativos e os Conselhos de Secretários Municipais de Saúde. 

Meta

Oferecer formação para todos os Agentes Comunitários de Saúde do Brasil e um Auxiliar ou Técnico de Enfermagem por equipe de saúde da família, totalizando 290.760 alunos. As primeiras turmas iniciaram em outubro de 2013, pelos Estados do Acre, Distrito Federal, Paraná, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo.

Objetivo

Contribuir para a formação de Agentes Comunitários de Saúde e Auxiliares e Técnicos de Enfermagem da Atenção Básica, na área de saúde mental com ênfase nos problemas relacionados ao uso de crack, álcool e outras drogas, buscando ampliar as possibilidades das práticas de cuidado, acolhimento e escuta. 

Objetivos específicos

  • Apropriar-se do processo de reforma psiquiátrica, da política de saúde mental com ênfase na rede de atenção psicossocial com vistas à produção do cuidado, a reintegração social e da cidadania das pessoas usuárias de álcool e outras drogas;

  • Discutir e construir o papel do ACS e do Auxiliar/Técnico de Enfermagem da Atenção Básica para o cuidado em saúde mental conforme especificidade de cada território, qualificando o olhar e a escuta para dar visibilidade à questão das drogas;

  • Ampliar a caixa de ferramenta do ACS e Auxiliar/Técnicos de Enfermagem para o cuidado em saúde mental, atuação na rede de atenção e na construção de territórios de paz.

Rio Grande do Sul

A formação será disponibilizada para 10.142 alunos
(8.802 ACS e 1.340 ATENF)

Total de Turmas: 254
Turmas/Mês: + ou - 25
Período de execução: de outubro de 2013 à dezembro de 2014
Tutores: 61
Orientadores: 6

Pactuações

  • Escola de Saúde Pública – ESP – ETSUS

  • COSEMS

  • Coordenação Estadual de Saúde Mental, álcool e outras drogas;

  • Coordenação Estadual de Atenção Básica/ESF

  • Organização e pactuação do cronograma de execução junto as CRS (Saúde Mental, NURESC e Atenção Básica)

  • Articulações com gestores e equipes municipais (transporte dos alunos, liberação para formação dos ACS e ATENF, espaço físico para realização das aulas)

Equipe RS

  • Coordenação: Naia Cloé Aenlhe Corrêa

  • Apoio Acadêmico: Jéssica Silva Oliveira da Silva, Luiz Diego Kihs Brum e Maurício M. Moraes

  • Apoio Infraestrutura: Adriana de Oliveira

Contato: riograndedosul@caminhosdocuidado.org

 


Endereço da página:
Copiar
Comentários
ESCOLA DE SAÚDE PÚBLICA